Logo 2beStudy
Prepare-se para sua entrevista de emprego no exterior

Prepare-se para sua entrevista de emprego no exterior

  • Dicas GeraisMorar no ExteriorTrabalhe e EstudeTurismoWork
  • 08, março de 2018

Uma das etapas que mais preocupa os estudantes que estão morando no exterior é a procura por um emprego.

Bate um friozinho na barriga, né? Mas calma… nessas horas temos que contar com a orientação e os conselhos de quem realmente entende do assunto!

Em parceria com a escola Focus Learning, de Melbourne, na Austrália, a gente organizou um workshop ministrado pelo professor Richard Symonds, que tem anos de experiência no mercado internacional. Ele falou sobre o processo seletivo nas empresas, sobre o vocabulário correto para se usar em uma entrevista de emprego, e até como se comportar perante um recrutador.

De acordo com as dicas do professor Richard, confira agora como se candidatar a um emprego, independentemente do país em que você estiver morando – e onde seja possível trabalhar legalmente, claro!

Antes de tudo

Comece identificando seus pontos fortes e aquilo que precisa ser trabalhado. Sua autoavaliação ajuda a descobrir aquilo que você gosta realmente de fazer, e aqueles trabalhos que não faria de jeito nenhum. Isso vai ser útil para localizar as estratégias em que você precisa se concentrar.

Onde procurar

Depois de refletir sobre seus talentos e habilidades, é hora de pensar onde aplicá-los. Na Austrália, por exemplo, há vários sites de busca de empregos: Seek, Apply Direct e Career One são serviços pagos, e as empresas geralmente são de grande porte, com processos de recrutamento avançados; já o Indeed oferece vagas em empresas de médio porte, e no Gumtree você pode encontrar de tudo – inclusive ofertas de trabalho não muito confiáveis.

Pesquise os sites de recrutamento mais conhecidos no país onde você mora, e conheça as ofertas de emprego. No entanto, Richard foi categórico ao afirmar que o método mais eficaz para encontrar um trabalho é ainda o boca a boca. Conte sempre com a ajuda de colegas e amigos na indicação de trabalhos.

Como identificar se a vaga é para você

Ao se candidatar para qualquer emprego, você deve se perguntar três coisas:

  • Por que eu estou me candidatando a essa vaga?

Esse trabalho combina comigo e com minha carreira? Além do dinheiro, o que esse trabalho poderá me trazer?

  • Eu tenho as habilidades necessárias para fazer esse trabalho?

Qual minha experiência e minhas qualificações para essa vaga? Tenho os atributos pessoais de que a empresa precisa? Estou disposto a aprender?

  • Eu farei o trabalho da melhor forma possível?

Eu sou trabalhador, confiável e flexível? Sei trabalhar em equipe? Tenho histórico de ser instável no trabalho? Corro risco de não dar conta do serviço?

Com essas três perguntas respondidas de forma bem honesta, analise o anúncio da vaga e veja se você se enquadra naquilo que a empresa busca. Por exemplo: há uma vaga para a posição de kitchen hand em um restaurante, onde um dos principais requisitos para o candidato é a capacidade de seguir instruções. Se você não gosta muito de seguir ordens, significa que não pode completar as tarefas conforme indicado – e então você é considerado um “risco”. Por isso a importância de avaliar suas próprias fraquezas na hora de identificar se a vaga é mesmo para você. Assim, você evita se candidatar a um emprego apenas pelo salário ou porque foi a primeira oportunidade que apareceu. Pense nisso.

Como aplicar

Confira as dicas para elaborar uma carta de apresentação (cover letter) e um currículo (resume) para começar a aplicar para as vagas que você deseja.

Cover Letter ou Carta de Apresentação

A Cover Letter nada mais é do que uma carta que acompanha o currículo, e muitas empresas a exigem. É onde você se apresenta para a vaga proposta, contado suas habilidades, motivações e diferenciais. O documento pode ter entre 150 a 500 palavras, e é diferente do currículo (resume) – pois aqui você vai dizer o que o motiva para esta oportunidade de trabalho.

O corpo de uma carta de apresentação geralmente tem esse formato, em inglês ou na língua que você está aplicando:

“Carta de apresentação

Referente a: título da vaga de trabalho”

Logo na primeira linha da carta de apresentação, indique a que trabalho você está se candidatando, onde e quando você encontrou. Exemplos:

  • “I am writing to response to your advertisement posted on…”
  • “I refer to your advertisement in… dated…”
  • “I have pleasure in applying for the advertised position, as…”

No segundo parágrafo, explique por que você está se candidatando – os benefícios da vaga. Exemplo:

  • “I am particularly interested in this job, because…”

Em seguida, demonstre que você pode fazer o trabalho – conte sobre suas habilidades, experiências e qualificações relevantes. Exemplo:

  • “I have a working knowledge of…”
  • “I believe I possess the right combination of… and…”

Por último, destaque seus pontos fortes. Exemplo:

  • “Excellent communication Skills.”

Não esqueça: a carta de apresentação deve ser objetiva e conter apenas uma página.

Currículo (Resume)

O seu currículo também deve ser sucinto, de apenas uma página, mas com todas as informações relevantes sobre sua carreira e experiência profissional.

Destaque sempre o seu objetivo de carreira, que deve ser o mesmo de sua carta de apresentação. Seus pontos fortes e habilidades devem ser listados conforme o que está no anúncio da vaga – essa dica vale para quando você busca cargos específicos.

A experiência prévia também deve estar relacionada com a vaga em questão. Mas tome cuidado com trabalhos de curto prazo no currículo: podem dar a impressão de instabilidade em empregos anteriores.

Coloque sua formação acadêmica – desde que ela seja relevante para o trabalho em questão. O mais importante, para entrevista de emprego no exterior, é o nível do idioma. E nesse quesito, seja particularmente verdadeiro, pois o domínio da língua é importante na conquista de qualquer vaga.

Entrevista de emprego

Na hora de recrutar um colaborador, o empregador vai fazer várias perguntas. Esteja preparado para as indagações mais comuns, como:

  • Porque você aplicou para esta vaga?
  • O que você sabe sobre a nossa empresa?
  • Porque você quer trabalhar conosco?

Essas perguntas básicas servem para o empregador saber sobre sua motivação e interesses, para ver se você tem objetivos de carreira e para confirmar se você tem o perfil que a empresa deseja.

Outras questões que podem ser feitas pelo empregador:

  • Você pode nos contar sobre seu histórico de trabalho?
  • O que você sabe sobre… (tarefas específicas)?

As perguntas acima são feitas para confirmar se você atende aos requisitos da vaga, para garantir que você não tenha mentido sobre nada no seu currículo, e para verificar o seu conhecimento e as suas habilidades na área. Os entrevistadores também fazem perguntas do tipo comportamental, para avaliar sua postura frente a determinadas situações passadas, e assim prever um comportamento futuro.

Qualquer questionamento deve ser respondido com honestidade. E lembre-se: não existem respostas padrão, mas algumas diretrizes que levam os recrutadores a avaliar melhor o candidato. Portanto, acredite em seu potencial e dê valor aos seus talentos, sempre buscando melhores alternativas para crescer na carreira!

Tags:
empregoentrevistatrabalho
2beStudy
sobre o autor

2beStudy

Fundada em 2003, a 2be Study Group vem crescendo no segmento de educação internacional no Brasil, oferecendo o intercâmbio ideal em todas as fases da sua vida.

Nenhuma resposta para esse artigo ainda

Deixe uma resposta

Faça agora um orçamento online para seu intercâmbio

Em menos de 2 minutos você envia as informações e entraremos em contato muito breve! Faça seu intercâmbio agora!

Vamos lá